Oradores
Alexandre ALVES COSTA

Alexandre ALVES COSTA

Professor Catedrático da FAUP e Professor Convidado na FCTUC. Abordando temas relacionados com ensino, crítica e história da arquitectura, tem participado em cursos, seminários e mesas redondas e proferido conferências em Portugal e no estrangeiro. Tem bibliografia publicada, sobretudo em revistas da especialidade. Exerce a profissão liberal, desde 1970, com obra construída e premiada, quase totalmente publicada. Agraciado com o grau de Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada.

Francisco BARATA

Francisco BARATA

Diplomado pela ESBAP, doutorado pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP) onde exerce docência no MIARQ, no CEAPA e no PDA. Participa em iniciativas e publicações organizadas por Faculdades de Arquitectura nacionais e estrangeiras. É coordenador do perfil D do PDA e da linha de investigação “Património da Arquitectura, Cidade e Território”. Desenvolve projectos na área da habitação, equipamentos, reabilitação patrimonial, planeamento urbano e desenho do espaço público.

Roberto COLLOVÀ

Roberto COLLOVÀ

Nascido em Corleone (1943), é arquitecto (1970) e professor de projecto (desde 1984) na Faculdade de Arquitectura de Palermo. Colabora com Álvaro Siza nos projectos de reabilitação urbana e da Igreja Matriz (1982-84) e do bairro Cascio (1990), em Salemi. Primeiro prémio, ex-aequo, no concurso para a Diagonal, Barcelona, com J. Pierre Pranals (1989) e no concurso Una via e tre piazza em Gela (1990). O seu projecto Case Di Stefano, Gibelina, foi nomeado para o Prémio Mies van der Rohe (1991).

Sérgio FERNANDEZ

Sérgio FERNANDEZ

Nasce no Porto, 1937. Arquitecto pela Escola Superior de Belas Artes do Porto, 1965. Professor Associado da FAUP e da Escola de Arquitectura da Universidade do Minho. Professor Emérito da FAUP, 2009. Orienta seminários e dá aulas na Holanda, URSS, Angola, Brasil e Panamá. Autor de “Percurso– Arquitectura Portuguesa, 1930/1974”. Tem artigos e obras amplamente publicadas em Portugal e no estrangeiro. Trabalha em co-autoria com Alexandre Alves Costa, tendo a sua obra sido múltiplas vezes premiada.

Pierre HEBBELINCK

Pierre HEBBELINCK

Arquitecto pelo Institut Lambert Lombard de Liège (1981), Presidente da Fondation d'Architecture et d'Urbanisme H.L.M.. A sua obra arquitectónica foi publicada em várias revistas da especialidade e exibido em vários foros, nomeadamente nas VI e VIII Bienais de Arquitectura de Veneza (1996 and 2002). Desenvolve a sua investigação com a sua editora própria – Editions Fourre-tout.

Juan Miguel HERNÁNDEZ LEÓN

Juan Miguel HERNÁNDEZ LEÓN

Presidente do Círculo de Bellas Artes de Madrid. Arquitecto (1974) e Doutorado (1982) pela Escuela Tecnica Superior de Arquitectura de Madrid, é Professor Catedrático de Composición desde 1987. É Director e fundador da Revista Pasaje de Arquitectura e Crítica (Prémio Santiago Amón de difusão arquitectónica) e colaborador habitual em diversas revistas especializadas em Arquitectura e Arte. É Director científico das colecções Textos de Arquitectura, da Editorial AKAL e da Editorial ABADA.

Michèle JOLÉ

Michèle JOLÉ

Socióloga e etnógrafa urbana, é actualmente investigadora associada no Laboratoire Architecture Ville Urbanisme Environnement - CNR. Foi docente e investigadora no Institut d’urbanisme de Paris (Université Paris12), onde criou e dirigiu o curso "Espaços Públicos". A sua investigação debruça-se sobre os espaços públicos urbanos, privilegiando uma análise etnográfica e sensorial dos usos e das sociabilidades na sua relação com os dispositivos espaciais e materiais.

José Ignacio LINAZASORO

José Ignacio LINAZASORO

Arquitecto e Professor Catedrático de Projecto na Escuela Tecnica Superior de Arquitectura de Madrid. Colabora com diversas Universidades de todo o mundo, destacando-se Veneza, Princeton, Pamplona e a Central Polytechnic de Londres. O seu trabalho é parte da recente História da Arquitectura Espanhola e os seus projectos receberam inúmeras reconhecimentos, prémios e publicações.

Marta OLIVEIRA

Marta OLIVEIRA

Marta Oliveira, arquitecta pela Escola Superior de Belas-Artes do Porto e doutora em Arquitectura pela U.Porto (tese «Arquitectura Portuguesa do tempo dos Descobrimentos: assento de prática e conselho cerca de 1500»). Docente da FAUP, desde 1984, e investigadora, lecciona História da Arquitectura Portuguesa (Mestrado); Teoria e História da Reabilitação Arquitectónica (Estudos Avançados em Património Arquitectónico) e Projecto de Tese (Doutoramento em Arquitectura, com coordenação do Perfil B).

Nuno PORTAS

Nuno PORTAS

Professor Emérito da U. Porto – Faculdade de Arquitectura, onde coordenou o Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo e o Laboratório de Estudos do Território da UP. Investigador do LNEC (1963/80). Participou nos três primeiros Governos Provisórios (1974/75) e foi Vereador da Câmara Municipal de Gaia (1990/94). Coordenou vários projectos urbanos de relevo em Portugal e no estrangeiro. Prémio Sir Patrick Abercrombie da U.I.A., 2005

Carlos PRATA

Carlos PRATA

Nasce no Porto em 1950, onde sempre residiu e trabalhou. Conclui o Curso de Arquitectura da Escola Superior de Belas Artes do Porto em 1975 (Prova Final em 1980). Em 1977-79 é colaborador de Arménio Losa. Em 1979-85 trabalha em sociedade com Arménio Losa e Henrique de Carvalho. Desde 1985 exerce profissão liberal em gabinete próprio. Integra órgãos directivos da Ordem dos Arquitectos em 1987-2010. Em 1980-90 é Assistente da ESBAP. Desde 1999 é Professor Auxiliar Convidado da FAUP.

Manuel Fernandes de SÁ

Manuel Fernandes de SÁ

Arquitecto pela ESBAP, T.C. Planner pela University of Manchester e Professor Catedrático da FAUP. Tem desenvolvido pesquisa nas áreas do planeamento de escala intermédia, análise urbana à escala metropolitana e modelos de povoamento difuso. Tem-se dedicado às questões do desenho do espaço público e do planeamento urbano, exercendo também funções de consultoria e coordenação na elaboração de diversos Planos Directores Municipais. Desenvolveu diversos projectos de equipamentos e habitação.

Paulo TUNHAS

Paulo TUNHAS

Filósofo, professor na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (1982), Diplôme d’Etudes Approfondies (1991), Intention et Dissimulation dans la Philosophie Pratique de Kant, e Doutoramento na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, Paris (1998), sob a direcção de Fernando Gil, Abîmes, Passages, Limites: Système et Pré-Système chez Kant. Dirige o grupo de investigação Fenomenologia e Hermenêutica, de Filosofia Moderna e Contemporânea no Instituto de Filosofia da Universidade do Porto.